março
Ter um altar restaurado em nossa geração é realmente um desafio, muitas tentações são lançadas contra nós todos os dias, somos bombardeados continuamente pelo pecado, mas como diz em Gênesis 4:7 “…eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre domina-lo.” Precisamos tomar a posição dominante sobre o pecado e nossos desejos. Não podemos aceitar que nosso altar seja destruído, precisamos dele restaurado para oferecermos nele o sacrifício vivo que somos nós.
Sacrifício como a palavra já diz, vem de sacrificar, ofertar, entregar por completo, entregar por inteiro. Quando falamos de Sacrifício Vivo, falamos de entregar por inteiro aquilo que é vivo em nós, aquilo que nos custa. O maior sacrifício que podemos entregar á Deus é o nosso corpo, nossa vida, o nosso eu. Romanos 12:1 “Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” Não podemos chegar diante de Deus com aquilo que sobra, precisamos chegar diante de Deus com aquilo que nos custa, com o Isaque da nossa vida. Em Gênesis 22:2 diz “E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.” No sacrifício daquilo de mais valor em nossas vidas, provamos nosso amor por Deus. Quando nos apresentamos a Deus como um sacrifício vivo é certo afirmar que ele não desprezará. Salmos 51:17 “Os sacrifícios que agradam a Deus são um espírito quebrantado; um coração quebrantado e contrito, ó Deus, não desprezarás.”
fica mais fácil servir a Deus quando se entende a frase “renunciar para não perder” essa parece um tanto contraditória, mas a palavra chave deste estudo é “renúncia.” Renunciar é optar por abrir mão de tal coisa, direitos, desejos e etc. Precisamos diariamente renunciar nossas próprias vontades com o desejo de pela obediência manter o nosso altar restaurado. Renunciar o mundo, o pecado, os desejos da carne, as paixões da mocidade com o intuito de não perder a presença de Deus em nossas vidas e muitos menos aceitar que nosso altar seja destruído. Isaías 59:2 Mas as vossas iniquidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça. A renúncia implica também em obedecer, e obedecer é em si um sacrifício, pois está ligado a deixar nossas próprias vontades a fim de obedecer a uma ordem que nos foi dada, e o obedecer é melhor do que se sacrificar tentando restaurar o altar. 1 Samuel 15:22 “…Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros.”
Mediante ao sacrifício vivo que somos nós Romanos 12:1 “…que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo…” temos grandes experiências com Deus:
Abraão tem experiência da provisão de Deus Gênesis 22:13 “tendo Abraão erguido os olhos, viu atrás de si um carneiro preso pelos chifres entre os arbustos; tomou Abraão o carneiro e o ofereceu em holocausto, no lugar de seu filho.”
Os apóstolos entregaram suas vidas como sacrifício vivo pelo evangelho e obtiveram experiências de operar milagres sobrenaturais. Atos 9:40 “Mas Pedro, fazendo sair a todos, pôs-se de joelhos e orou: e, voltando-se para o corpo, disse: Tabita, levanta-te. E ela abriu os olhos, e, vendo a Pedro, assentou-se.”
Daniel ao entregar a vida dele como sacrifício pela fé em Deus, teve a experiência do livramento. Daniel 6:22 “ O meu Deus enviou o seu anjo, e fechou a boca dos leões, para que não me fizessem dano, porque foi achada em mim inocência diante dele; e também contra ti, ó rei, não tenho cometido delito algum.” E da mesma forma Hananias, Misael, Azarias na fornalha ardente de fogo, e tantos outros homens.
Ser um sacrifício vivo é uma escolha, da qual por recompensa teremos continuamente a parecença de Deus em nossas vidas. É bom lembrar de um hino muito apropriado ao tema deste estudo, aquele que diz assim “Vem e toma o teu lugar, tens minha vida como altar…” deixe o altar reservado pra Deus na sua vida. Salmos 50:14 “… Ofereça a Deus em sacrifício a sua gratidão, cumpra os seus votos para com o Altíssimo, e clame a mim no dia da angústia; eu o livrarei, e você me honrará.”

Ir. Marcelo Ferreira
Líder dos Vencedores Pentecostais – Águas Lindas – GO

Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>